0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Em janeiro de 2022, alunos do Centro Universitário de Patos (UNIFIP) publicaram um estudo na Revista Científica Multidisciplinar (RECIMA21) sobre o uso da hipnoterapia como tratamento analgésico.

Referências científicas sobre o uso da hipnoterapia como tratamento analgésico

Esse estudo teve como material de apoio os seguintes artigos:

Para melhor embasamento, também foram realizadas pesquisas nas seguintes bases de dados:

Problema de pesquisa: o uso da hipnoterapia como tratamento analgésico

O estudo tem como problemática a seguinte questão: o uso da hipnoterapia em comparação com o tratamento analgésico, reflete melhor qualidade de vida em pacientes com dor crônica?

Foi possível constatar que:

  1. Primeiramente, a auto hipnose pode diminuir a intensidade e a qualidade da dor em pacientes com Esclerose Múltipla, além disso, foi verificada uma diminuição nos casos de ansiedade e depressão;
  2. Posteriormente, a hipnoterapia se mostrou como uma ferramenta bastante segura e viável para o alívio dos sintomas álgicos em pacientes com dor na bexiga e cistite intersticial;
  3. Sob o mesmo ponto de vista, a melhora do sono e da dor nos indivíduos com Doença Falciforme foram satisfatórias com o uso da hipnose;
  4. Simultaneamente, houve melhora da dor crônica e da insônia nos pacientes que aderiram adequadamente à hipnoterapia;
  5. Logo, a hipnose mostrou ser segura e eficaz no tratamento da dor crônica em pacientes idosos hospitalizados.

Em suma, os 5 materiais citados no começo deste artigo foram analisados e juntos mostraram que a hipnoterapia em comparação com o tratamento analgésico tem efetividade em relação à melhora da qualidade de vida dos pacientes

A hipnose tem um conjunto de práticas, sendo elas:

  • Hipnose dação (efeitos sedativos)
  • Hipnoanalgesia (redução da dor)
  • Hipnoterapia (psicoterapia)

Além disso, 3 aspectos básicos são necessários para que alcançar resultados eficientes: de antemão é indispensável a motivação do paciente. Assim também como a cooperação do paciente, por fim, a confiança do paciente no hipnoterapeuta.

Ademais, no Brasil,  o  Hospital  das  Clínicas  de  São  Paulo  se  utiliza  das técnicas de hipnose desde 1995 com o intuito de auxiliar no tratamento de pacientes com ansiedade, dores crônicas, parturientes, e em casos de sedação para cirurgias de pequeno a grande porte.

Ficou curioso? Então, clique aqui e faça a leitura completa do estudo!

 

 

 

0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×