0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Bem-vindo ao Fevereiro Roxo! O mês tem como iniciativa promover a conscientização sobre o lúpus, mal de Alzheimer e da fibromialgia.

No Brasil, estimativas indicam que aproximadamente 65.000 pessoas vivem com o diagnóstico de lúpus que em sua maioria atinge a população feminina, isso quer dizer, que 1 a cada 1.700 mulheres sofrem com a doença!

Igualmente, cerca 1,2 milhões de pessoas possuem alguma doença que afetas as funções mentas, a principal delas o mal de Alzheimer. E a cada ano que passa mais de 100 mil novos casos diagnósticos.

Juntamente com essas duas doenças, temos a fibromialgia que afeta cerca de 3% da população e a maioria dos casos se dá entre as mulheres.

Essas doenças apesar de diferentes, possuem dois pontos em comum: são doenças crônicas e incuráveis!

O movimento fevereiro roxo é desenvolvido com o intuito de construir uma humanidade com um olhar mais consciente sob essas doenças.

Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba tudo sobre o assunto!

O que é fevereiro roxo?

Fevereiro roxo é o nome dado ao movimento conhecido pela conscientização sobre o lúpus, mal de Alzheimer e da fibromialgia.

O objetivo da campanha é orientar a população para que essas doenças com diagnósticos tardios sejam identificadas ainda em sua fase inicial.

Assim, tendo os sintomas controlados ou até mesmo desacelerados, desta forma, proporcionando melhor qualidade de vida aos pacientes.

Lúpus eritematoso sistêmico

 Conhecida por ser uma doença inflamatória autoimune, o lúpus pode afetar múltiplos órgãos e tecidos, como nossa pele, articulações, rins e cérebro. Com o diagnóstico tardio e sem o tratamento adequado, a doença pode matar!

As doenças autoimunes são aquelas em que o sistema imunológico da pessoa ataca os tecidos saudáveis do próprio corpo, devido a isso, as doenças autoimunes como o lúpus não tem causas conhecidas.

Entre algumas suposições, está a predisposição genética e o uso de alguns medicamentos. Como doenças autoimunes são crônicas, muitas delas podem ser controladas se receberem o tratamento adequado.

Além disso, é importante lembrar que seus sintomas aparecem e desaparecem constantemente.

Você sabia que o lúpus possui formas distintas de se manifestar?

Por isso que a campanha fevereiro roxo é tão importante para a sociedade, trazer a conscientização perante detalhes como esse faz toda a diferença para ter um diagnóstico ainda na fase inicial da doença.

1.    Lúpus discoideFevereiro roxo

Esse tipo de lúpus agride diretamente a pele da pessoas, principalmente a o rosto, nuca e couro cabeludo. Pode ser identificado através do surgimento de lesões avermelhadas com tamanhos, formatos e colorações bem específicas.

2.    Lúpus sistêmico

Fevereiro roxo

O lúpus sistêmico é o mais comum e pode surgir tanto em um grau leve quanto em um grau grave. Diferente do tipo um, esse tipo de lúpus agride todo o organismo da pessoa, assim, comprometendo as funções de diversos órgão e sistemas.

3.    Lúpus induzido por drogas

Esse tipo de lúpus se desenvolve a partir de substâncias contidas em drogas ou medicamentos que podem provocar uma inflamação.fevereiro roxo

Seus sintomas são parecidos com o do lúpus sistêmico, e seu diferencial é que a doença tende a desaparecer logo após o interrupção do uso da substância.

4.    Lúpus neonatal

O lúpus neonatal é raro e como o próprio nome já diz, afeta filhos recém-nascidos de mulheres que sofrem com o lúpus.

Erupções na pele, problemas no fígado ou baixa contagem de células sanguíneas são sintomas que surgem na criança, porém, tende a desaparecer naturalmente após alguns meses.

Mal de Alzheimer

O mal de Alzheimer é um distúrbio cerebral irreversível e progressivo que afeta a memória e as habilidades de pensamento, é um dos mais de 60 tipos de demência que resulta na perda das funções cerebrais.

A campanha fevereiro roxo visa trazer conscientização sobre essa doença que representa aproximadamente de 50 a 70% dos causas envolvendo demência.

O cérebro de uma pessoa com Alzheimer passa por um processo degenerativo, progressivo e irreversível. Neste casos, neurônios localizados em regiões específicas do cérebro, como memória e funções cognitivas, morrem.

A importância da campanha fevereiro roxo vem principalmente pra mostrar que essas doenças possuem estágios menos agressivos, isso quer dizer que se ainda diagnosticada em estagio inicial, pode ser tratada, oferecendo melhor qualidade de vida ao paciente!

Estágio inicial

O estágio leve de mal de Alzheimer dura cerca de 3 anos, nessa situação, os sintomas são vagos e o paciente pode apresentar desorientação, alterações da linguagem, aprendizado e concentração e senso crítico comprometidos.

Estágio intermediário

O segundo estágio do mal de Alzheimer dura entre 3 e 5 anos e a piora do estado de saúde do paciente continua acontecendo de forma progressiva e lente, entretanto, diferente do estágio inicial, nesse estágio a memória e os sintomas sofrem maior deterioração.

Além dos sintomas já citados aqui, o estágio intermediário apresenta alterações no cálculo, julgamento, planejamento e abstração. As emoções e comportamento social sofrem também com a progressão da doença.

Estágio avançado

O estágio avançado do mal de Alzheimer é o mais triste e dura tempo variável, afinal de contas, existem alguns recursos que tratam as complicações da doença e o paciente pode viver muito anos ainda nessa fase.

Quando falamos sobre funções do organismo, elas já estão mais comprometidas, a fala por sua vez está prejudicada e a continência urinária e fecal são mais presentes.

Fibromialgia

Muitas vezes confundida com dores simples por excesso de exercício, a fibromialgia é uma síndrome caracterizada por dores crônicas nos tendões e articulações, por pelo menos três meses.

Essas dores podem acontecer sem motivos aparentes ou em decorrência da reação de algum acontecimento estressante, como traumas de criança.

Em 90% dos casos, a patologia atinge mulheres entre 35 e 50 anos, mas não parece estar diretamente ligada ao fator hormonal.

Isso porque pode ocorrer antes ou depois da menopausa. Outro fato importante e assustador sobre a fibromialgia é que também pode ocorrer em crianças, adolescentes e idosos.

A dor relacionada à fibromialgia pode ser intensa e incapacitante, mas não causa inflamações e nem deformidades físicas.

Causas da fibromialgia

A ciência ainda não sabe ao certo a causa específica da doença, mas pacientes que possuem a condição apresentam o nível de serotonina mais baixo, o que pode indicar mudanças constantes de humor, ansiedade e até mesmo depressão.

Sabe-se também que a fibromialgia costuma aparecer em quem sofre com estresse crônico, ou estresse pós-traumático, como situações graves de trauma físico ou psicológico.

Essas causas podem estar diretamente ligadas às emoções vividas ainda na infância, desenvolvendo a fibromialgia ao decorrer dos anos, o que fica mais difícil de identificar.

Em primeiro lugar, você conhece a hipnoterapia?

De antemão, a hipnoterapia nada mais é do que um método de tratamento que utiliza técnicas hipnóticas para descobrir a raiz emocional de um problema e ressignificar o trauma.

Ou seja, através da hipnoterapia, é possível alterar a relação emocional que existe entre a pessoa e a situação que causa um determinado sofrimento, instalando assim novos programas psicológicos no subconsciente.

A hipnoterapia nos mostra que muitos problemas que vivenciamos é por conta de traumas passados. Afinal, quando a causa é reparada, os sintomas são naturalmente controlados e o mal deixa de existir.

A nossa mente é um campo muito poderoso e com a ajuda das sugestões que a hipnoterapia nos proporciona, o hipnoterapeuta tem a possibilidade de alcançar resultados mais efetivos e em um curto período.

Ser um hipnoterapeuta é ter a certeza de que o seu trabalho vai transformar a vida de alguém que busca por essa grande mudança.

Além de trabalhar com um propósito, o hipnoterapeuta é um profissional que tem sua performance reconhecida tanto pelos pacientes quanto por seu retorno financeiro.

Para se ter uma noção, um hipnoterapeuta pode faturar até R$ 20 mil por mês! Fala sério, quando você imaginou ser possível ter esse retorno financeiro e ainda transformar vidas?

Se interessou? Então clique no banner abaixo e saiba mais sobre a nossa Formação em Hipnoterapia OMNI Brasil!

MBA

0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×