0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Bem-vindo ao março Azul-Marinho! O mês tem como iniciativa estimular a prevenção e tratamento para o câncer colorretal.

Só em 2020 o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registrou no Atlas de Mortalidade por Câncer cerca de 20.245 mortes decorrentes do câncer colorretal

A doença foi fatal para 10.356 mulheres e 9.889 homens!

No ano passado. 2022, o Instituto ainda estimou aproximadamente 45.630 novos casos, sendo que 21.970 das vítimas são homens e 23.660 mulheres!

A Campanha Março Azul-Marinho vem para nos trazer consciência sobre a prevenção e tratamento.

Quanto mais pessoas souberem sobre os riscos, sinais, sintomas e principalmente a detecção precoce, maiores são as possibilidade de vencer a luta conta o câncer, uma doença responsável por cerca de 48.225 óbitos entre 2008 e 2019!

Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba tudo sobre o assunto!

O que é câncer colorretal?

O câncer é um doença que resulta no crescimento desordenados das células, por isso que quando não descoberto logo no início, se espalham facilmente pelo corpo, formando tumores em outras tecidos e órgãos.

O câncer colorretal ou câncer de intestino como também é conhecido, são tumores que inicialmente atingem o intestino grosso, reto e o ânus, como você pode ver abaixo.

câncer colorretal

A maioria das pessoas que são diagnosticadas com câncer de colorretal, se descobrirem no início, possuem 90% de chance de cura.

Esse tipo de tumor, na maioria das vezes, inicia-se por conta de pólipos e lesões benignas que podem vir a crescer na parede interna do intestino grosso.

Sinais e sintomas do câncer colorretal

Assim como os outros tipos de câncer, este acontece a partir de uma alteração que ocorre no DNA das células. Essa alteração permite que orientações erradas sejam enviadas, o que pode acabar resultando em genes especiais.

Quando esses genes especais são ativados, começam a transformar células normais e saudáveis em células cancerígenas.

O tempo para a célula se proliferar e dar origem a um tumor que seja visível é muito lento, e esse é o principal motivo para que a descoberta de um câncer se dê com o decorrer da vida!

Por isso, é importante estarmos atentos aos sinais e sintomas do câncer colorretal, assim, qualquer correspondência cabe uma consulta médica!

  • Sangue nas fezes;
  • Diarreia e prisão de ventre;
  • Dor ou desconforto abdominal;
  • Fraqueza;
  • Anemia;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Alteração no formato das fezes;
  • Aparecimento de massa abdominal.

Vale lembrar que os sintomas acima não são causados de fato pelo câncer colorretal.

Porém, caso você os perceba e note permanência, é importante que visite um médico para que ele investigue minuciosamente.

Fatores de risco

Alguns aspectos podem trazer mais risco para o diagnóstico do câncer colorretal, por exemplo:

  • Idade igual ou superior a de 50 anos;
  • Excesso de peso corporal;
  • Falta de consumo de frutas, vegetais e alimentos ricos em fibras;
  • Consumo em excesso de salsicha, mortadela, linguiça, presunto, bacon, peito de peru, salame e carne vermelha;
  • Histórico familiar de câncer colorretal;
  • Diagnóstico pessoal de câncer de ovário, útero ou mama;
  • Exagero no consumo de bebidas alcóolicas e tabagismo;
  • Doenças inflamatórias do intestino;
  • Doenças hereditárias;
  • Exposição à raios X e gama.

Como prevenir o câncer colorretal?

Alguns aspectos previnem não somente o câncer colorretal, como também nos proporciona maior qualidade de vida!

Praticar atividade físicas e ter uma alimentação saudáveis são 2 grandes exemplos disso. Uma alimentação saudável deve conter o mínimo possível de alimento ultra processados, industrializados.

  • Frutas;
  • Verduras;
  • Legumes;
  • Cereais integrais;
  • Grãos e sementes.

Além disso, é importante evitar o consumo de carnes processadas como salsicha, mortadela, linguiça, presunto, bacon, peito de peru e salame. Além claro, de não exagerar no consumo de carne vermelha.

Um detalhe muito importante também é ter controle do peso corporal, e isso pode ser feito através do cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal) que consistem em dividir o peso pela altura ao quadrado.

Diagnóstico precoce do câncer colorretal

Como você viu ao longo do texto, descobrir o câncer colorretal na fase primária oferece 90% de chance de cura da doença.

O diagnóstico precoce pode acontecer através de exames clínicos, laboratoriais, endoscópicos, radiológicos, sinais e sintomas da doenças ou a partir do pertencimento aos dos fatores de risco já mencionados anteriormente.

Por isso, é importante que pessoas com idade igual ou superior a de 50 anos realizem o rastreamento do câncer colorretal por meio do exame de sangue oculto de fezes.

Em caso de resultado positivo, o paciente deverá fazer uma colonoscopia ou retossigmoidoscopia. Possibilitando ao médico ver a parte interna do intestino e visualizar a presença de pólipos e lesões benignas com potencial de transformação em câncer colorretal!

Tratamento do câncer colorretal

Depois do diagnostico, o tratamento principal é a retirada da parte do intestino que foi afetada e as pequenas estruturas que fazem parte do sistema de defesa do corpo que estão dentro do abdome.

Posteriormente, o tratamento pode incluir a radioterapia, associado ou não `quimioterapia com o intuito de reduzir a possibilidade de retorno do tumor.

O tratamento varia de pessoa para pessoa e vai depender principalmente do tamanho, localização e extensão to tumor.

Vale lembrar que quando a doença está com metástase no fígado, pulmão ou outro órgão as chances de cura diminuem!

Ao fim do tratamento, é importante continuar tendo acompanhamento médico para que ele monitore e seja eficiente quanto ao surgimento de novos tumores.

Como a hipnoterapia auxilia no tratamento de câncer colorretal?

O Dr Hebert Benson, professor na Universidade de Harvard, em seu livro “Timeless Healing – The Power and Biology of Belief”A biologia da Crença – diz que “60% a 90% dos pacientes que procuram médico nas clínicas, têm suas doenças devido à estresse físico e mental.”

São pessoas que têm sintomas físicos como resultado de problemas sociais e emocionais.

E como você sabe, a hipnose é uma ótima ferramenta quando o assunto é o nosso emocional, dessa forma, ficamos em um estado de transe ao ponto de ficarmos mais suscetíveis a sugestões.

Com isso, nosso subconsciente recebe essas sugestões sem dificuldade e acaba trazendo resultado para o nosso físico.

Por isso que a hipnoterapia é uma ótima saída quando o assunto é o tratamento de câncer que é bem agressivo em seus pacientes.

Mergulhar em si mesmo, essa é a experiência que a hipnoterapia proporciona logo nas primeiras sessões.

O seu subconsciente é uma arma poderosíssima quando bem utilizada e é por isso que você precisa aprender a forma certa de manuseá-la.

Vidas são transformadas a partir dessa técnica e chegou a hora da transformação acontecer em você!

Se eu lhe disser que essa resolução pode acontecer de maneira rápida? Incrível né?

Ser um hipnoterapeuta é ter a certeza de que o seu trabalho vai transformar a vida de alguém que busca por essa grande mudança.

Além de trabalhar com um propósito, o hipnoterapeuta é um profissional que tem sua performance reconhecida tanto pelos pacientes quanto por seu retorno financeiro.

Para se ter uma noção, ser um hipnoterapeuta faz com que você ganhe até R$ 20 mil por mês! Fala sério, quando você imaginou ser possível faturar isso e ainda transformar vidas?

Se interessou? Então clique no banner abaixo e saiba mais!

Atleta profissional

0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×