0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

De acordo a Associação Brasileira de Sono (ABS), ter uma boa noite de sono é um grande desafio para cerca de 73 milhões de pessoas que convivem com a insônia.

Não ter uma boa noite de sono é um detalhe que de médio e longo prazo pode desencadear outros problemas de saúde como diabetes, hipertensão arterial, obesidade, depressão, além de dificuldades de atenção, concentração e memória.

O que começa com uma simples má noite de sono pode resultar em um fatalidade. Afinal de contas, sabemos que o Brasil é o país mais ansioso do mundo e que o transtorno de ansiedade pode levar ao suicídio.

Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba tudo sobre o assunto!

O que é a Associação Brasileira de Sono?

A princípio, a Associação Brasileira de Sono é uma instituição que reúne todos os profissionais que estudam sono, incluindo Biólogos, Fisioterapeutas, Fonoaudiólogos, Psicólogos, Odontologistas e Médicos.

O principal objetivo da ABS é promover atividades, cursos e reuniões com a população afim de promover diálogo constante sobre os mais diversos temas relacionados ao sono, além de ser responsável pela revista científica Sleep Science.

O que insônia?

A insônia é a incapacidade de conciliar o sono e pode manifestar-se em seu período inicial, intermediário ou final.

De modo geral, a insônia é um distúrbio do sono bastante comum, em que a pessoa tem dificuldade de adormecer, manter o sono ou então acorda cedo demais e não consegue mais voltar a dormir.

O problema é que ela não prejudica só o seu sono, mas também o seu nível de energia, seu humor, sua saúde, desempenho no trabalho e qualidade de vida.

O tempo de sono ideal muda de organismo para organismo, mas o instituto de pesquisa National Sleep Foundation, publicou informações sobre quantas horas de descanso são necessárias de acordo com cada faixa etária:

  • de 0 a 3 meses o ideal é dormir entre 14 e 17 horas por dia;
  • 4-11 meses recomenda-se que o sono dure entre 12 e 15 horas;
  • 1-2 anos não é aconselhável dormir menos de 9 horas ou mais de 16 horas;
  • 3-5 anos, especialistas não recomendam dormir menos de 7 horas, o mais apropriado é entre 10 e 13 hora;
  • 6-13 anos o aconselhável é dormir entre 9 e 11 horas;
  • 14-17 anos devem dormir aproximadamente 10 horas por dia;
  • 18-25 anos não devem dormir menos de 6 horas, o recomendado é dormir entre 7 e 9 horas por dia;
  • 34-64 anos o ideal é dormir entre 7 e 9 horas, embora nem todos consigam;
  • 65 anos ou mais o mais saudável é dormir entre 7 e 8 horas por dia.

Quais são so sintomas de insônia?

Afinal de contas, não é porque você não conseguiu dormir um dia que isso significa que você tem insônia.

Na verdade, a dificuldade de dormir pode acontecer por diversos motivos, como estresse ou até mesmo estômago pesado depois de comer demais antes de dormir.

Então como saber quando é realmente insônia? E quando procurar ajuda?

Os sintomas da insônia são:

  • Dificuldade para iniciar o sono;
  • Dificuldade para manter o sono;
  • Acordar mais cedo do que o desejado;
  • Não se sentir bem descansado depois de uma noite de sono;
  • Irritabilidade, depressão ou ansiedade;
  • Dificuldade em prestar atenção, focar em tarefas ou se lembrar das coisas;
  • Aumento em erros ou desatenção;
  • Preocupações contínuas com o sono;
  • Para saber se a sua dificuldade para dormir é grave e se você deve procurar ajuda, é importante notar a duração desses sintomas.

O ronco e a dificuldade de ter uma boa noite de sono?

O ronco é um ruído provocado por estreitamento ou obstrução nas vias respiratórias superiores durante o sono, assim, essa condição dificulta a passagem do ar e provoca a vibração dessas estruturas.

Este ruído é considerável normal quando a pessoa está dormindo de costas, mas é classificado como patológico, quando ocorrem grandes vibrações e ruído intenso.

Quais são as causas e fatores de risco do ronco?

De mesmo modo, não é porque você não conseguiu ter uma boa noite de sono por conta do ronco que isso significa que ele seja uma patologia! Então como saber quando o ronco passa a se tornar um distúrbio de sono?

As causas do ronco são:

  • Flacidez nos músculos da boca e da garganta;
  • Amídalas e adenoides (estrutura fisiológica, composta por um tecido que se localiza atrás das cavidades nasais e acima do céu da boca) hipertrofiadas;
  • Desvio de septo;
  • Pólipos (crescimento de tecido a partir das paredes de um espaço vazio) no nariz;
  • Palato (placa óssea na parte superior da boca) em forma de ogiva;
  • Rinite, sinusite e obstruções nasais;
  • Palato mole e úvula (sininho da garganta, estrutura encontrada no céu da boca ao lado das amígdalas) aumentados;
  • Queixo retraído;

O que é apneia do sono?

A apneia é um distúrbio do sono que faz com que a respiração durante o sono seja excessivamente superficial ou ocorra uma parada respiratória provocada pelo colabamento (paredes separadas que passam a entrar em contatam uma com a outra) das paredes da faringe.

Os fatores de risco da apneia do sono são:

  • Amídalas e adenoides muito grandes;
  • Dormir de barriga para cima;
  • Álcool, tabaco, medicamentos à base de benzodiazepínicos e refluxo;
  • Obesidade, porque favorece a infiltração de gordura na faringe.

Como ter uma boa noite de sono?

Ter uma boa noite de sono requer desenvolver alguns hábitos. Para se ter uma ideia as causas mais comuns de dificuldade para conciliar o sono estão relacionadas ao estresse do dia a dia e a produção inadequada de serotonina (neurotransmissor que regula o sono).

De acordo com o pneumologista do Hospital do Coração de São Paulo, Dr Carlos Carvalho, para ter uma boa noite de sono você precisa:
  1. Evitar ingerir bebida alcoólica ou bebidas  à base de cafeína;
  2. Procure ir para a cama no mesmo horário, assim, seu metabolismo irá se acostumar;
  3. Evite temperaturas acima de 26°C e abaixo de 18°C, calor ou frio em excesso fazem com que você acorde no meio da madrugada;
  4. Procure se alimentar 3 horas antes de deitar-se para que a digestão seja concluída antes mesmo de dormir;
  5. Se depois de deitar demorar mais do que 30 minutos para dormir, então, levante-se e realiza um atividade relaxante como a leitura e depois retorne para a cama;
  6. Aumenta a exposição à luz solar durante o dia. Um estudo descobriu que 2 horas de exposição à luz durante o dia aumenta a quantidade de sono em 2 horas e a eficiência dele em 80%;
  7. Reduza a exposição à luz à noite, isso quer dizer que a luz do seu aparelho celular ou computador prejudicam aquilo que chamamos de hormônio do sono;
  8. Ative a luz amarela no seu dispositivo móvel e prefira instalar lâmpadas fracas para serem acesas à noite;
  9. Seu cérebro precisa entender que a hora que você está na cama é para dormir, por isso, evite fazer outras atividades na cama;
  10. Tome um banho quente 90 minutos antes de dormir, isso fará com que seu corpo fique mais relaxado;
  11. Pratique exercícios de forma regular, a prática de exercício equivale a mais 41 minutos de sono à noite;
  12. Ajusta posição em que você dorme, dê preferência para dormi de lado com um travesseiro na cabeça e outro entre as pernas.

Além dessas dicas, você sabia que a hipnose é uma grande aliada para que finalmente você tenha uma boa noite de sono?

Pois é, as técnicas de hipnose quando usadas para o bem-estar físico e mental leva o nome de hipnoterapia!

Essas técnicas fazem com o que seu subconsciente e corpo fiquem mais relaxado, automaticamente, absorvendo com maior facilidade as sugestões recebidas e instalando novas programações psicológicas!

Mas, como aprender essas técnicas hipnóticas e conseguir ter uma boa noite de sono?

É simples, através da formação completa em hipnoterapia OMNI Brasil, além de você aprender técnicas que vão lhe ajudar a dormir melhor, consequentemente todas as áreas da sua vida podem ser desenvolvidas.

Desde dores crônicas até mesmo transtorno de ansiedade podem sem curados ou amenizados com o uso de fármaco!

A hipnoterapia nos mostra que muitos problemas que vivenciamos é por conta de traumas passados. Afinal, quando a causa é reparada, os sintomas são naturalmente controlados e o mal deixa de existir.

Por isso que a hipnoterapia é uma ótima saída quando o assunto é dar adeus a hábitos que prejudicam nossa saúde mental. Mergulhar em si mesmo, essa é a experiência que a hipnoterapia proporciona logo nas primeiras sessões.

O seu subconsciente é uma arma poderosíssima quando bem utilizada e é por isso que você precisa aprender a forma certa de manuseá-la.

Vidas são transformadas a partir dessa técnica e chegou a hora da transformação acontecer em você! Além de transformar a sua vida trazer qualidade e benefícios inimagináveis, você pode também fazer da hipnoterapia uma profissão.

Ser um hipnoterapeuta é ter a certeza de que o seu trabalho vai transformar a vida de alguém que busca por essa grande mudança.

O hipnoterapeuta é um profissional em ascensão e que pode faturar entre 5 e 8 mil por mês! Fala sério, quando você imaginou ser possível ter esse retorno financeiro e ainda ajudar pessoas a mudarem de vida¹

Se interessou? Então clique no banner abaixo e saiba mais sobre a nossa Formação em Hipnoterapia OMNI Brasil!

Atleta profissional

0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×