0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A síndrome do pânico é conhecida por transportar uma pessoa de um estado tranquilo e normal para momentos de puro desespero em questão de poucos minutos. Suor frio, sensação de desespero, aflição e muito medo. Por incrível que pareça, muita gente no Brasil sofre com isso diariamente.

É um tipo de transtorno de ansiedade no qual ocorrem crises inesperadas de total desespero e um medo latente de que algo ruim vai acontecer, mesmo que não haja motivo algum para isso.

Parece estranho pensar em uma situação assim, não é? Mas acredite, esse é o dia a dia de muitas pessoas.

Essas crises de medo são absurdamente repentinas e normalmente desestabilizam uma pessoa emocional e fisicamente. As crises são seguidas de preocupações persistentes com a possibilidades de perigo.

Ficou curioso, né? Dá só uma olhada no que você pode encontrar neste artigo:

  1. Como é um ataque de pânico?
  2. Sinais de alerta
  3. Síndrome do pânico tem cura?
  4. Sua mente está no poder
  5. A hipnose para ataque de pânico

Quer conhecer um pouco mais sobre esse problema sério? Então continue a leitura para descobrir um modo muito eficiente e aprovado por psicoterapeutas e psiquiatras.

Como é um ataque de pânico?

A síndrome do pânico é uma doença caracterizada pela recorrência repentina e de certa forma inexplicável das crises de ansiedade aguda. É comum pelo desespero e medo, associados a sintomas físicos e emocionais aterrorizantes.

A crise pode ocorrer em qualquer momento da vida, mas normalmente costuma apresentar seus primeiros sinais na adolescência ou no início da vida adulta. E, acredite, sem um motivo aparente.

Os episódios de síndrome do pânico podem se repetir aleatoriamente e em diferentes momentos em um mesmo dia.

Sim, no mesmo dia!

Mas, por que esses episódios de crise de pânico acontecem e como os sintomas reagem no corpo e na mente de cada paciente?

É o que eu vou te explicar agora. Continue lendo!

Causas

De acordo com o portal do Dr. Drauzio Varella, ainda não foram esclarecidas as causas do transtorno do pânico, mas os pesquisadores acreditam que haja vários indícios apontando para fatores genéticos e ambientais, estresse acentuado, uso discriminado de medicamentos, drogas e álcool.

Momentos de estresse, em particular as perdas, são os gatilhos responsáveis pela primeira crise. De acordo com Luciana Sarin, psiquiatra do Programa de Distúrbios Afetivos (Prodaf) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), existem condições que contribuem para o desenvolvimento da síndrome do pânico, como abuso sexual, tabagismo, neuroticismo (ampliação das emoções negativas) e fatores genéticos.

Os pacientes com síndrome do pânico se sentem culpados, envergonhados e socialmente discriminados por fazer seus amigos e familiares conviverem com os efeitos do seu transtorno. Por isso, o suporte familiar e dos amigos é extremamente importante para pacientes com síndrome do pânico.

 

Sinais de alerta

É terrível conviver com um transtorno que age tão brutalmente tanto no corpo quanto na mente de um ser humano. Por isso é preciso ficar atento aos sinais de quando a bomba vai explodir.

Como você já leu aqui, o ataque de pânico começa de repente e apresenta pelo menos quatro dos sintomas a seguir:

  • Medo da iminência de morrer;
  • Desrealização (distorção da visão de mundo e de si mesmo, o que impede de diferir o real da imaginação);
  • Despersonalização (impressão de desligamento do mundo exterior, como se vivesse um sonho);
  • Dificuldade respiratória;
  • Tonturas ou sensação de desmaio;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Tremores;
  • Transpiração;
  • Náuseas ou diarreia;
  • Dores abdominais;
  • Formigamentos;
  • Afrontamentos ou calafrios;
  • Aperto no peito.

É sempre importante ficar atento aos sinais e sintomas relacionados a uma crise iminente de pânico, principalmente para se deslocar para um lugar que considere mais seguro e longe de muito movimento.

Ataques de pânico tem cura?

De acordo com o portal de notícias do Senado Federal, a síndrome do pânico atinge entre 4 e 6 milhões de brasileiros.

Nos Estados Unidos, onde foram realizados estudos maiores sobre o problema, os pesquisadores afirmam que 3,5% da população sofre com os efeitos da Síndrome do pânico e que 71% dos casos ocorrem em mulheres.

Ô gente, mulher sofre, né?!

Ainda de acordo com o portal do Senado Federal, o transtorno aparece entre os 15 e 19 anos de idade, mas raramente se apresenta após os 40. Nas mulheres este número é marcado com os primeiros sinais da menopausa.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), existem cerca de 280 milhões de pessoas no mundo com síndrome do pânico, isso representa 4% da população mundial. E, como você bem sabe, as pessoas que sofrem com este transtorno tem uma predisposição a desenvolver casos de depressão e ansiedade em diversos níveis.

Justamente por isso, o diagnóstico do transtorno do pânico obedece a critérios definidos no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM V).

As crises precisam ser recorrentes, já que um episódio isolado não se configura como síndrome do pânico. É necessário avaliar se as crises recorrentes modificam o comportamento de forma negativa.

Tratamentos

O tratamento para síndrome do pânico inclui a prescrição médica de antidepressivos e sessões de psicoterapia, especialmente a cognitivo-comportamental. Além disso, existe a hipnoterapia, uma técnica que é conhecida por diversos profissionais da psicologia e psiquiatria (mas vamos falar dela mais para frente).

Geralmente a medicação começa em doses mais altas e gradualmente o médico faz a diminuição, conforme o avanço clínico.

Assim como boa parte dos problemas psiquiátricos, o ataque de pânico não tem cura. No entanto, com acompanhamento médico, os sintomas diminuem dentro de algumas semanas e, em muitas vezes, os sintomas desaparecem com o passar dos meses.

Mas você sabia que existe uma forma de tratar desse transtorno com resultados ainda mais rápidos que os convencionais?

Sua mente está no poder

Você tem o controle da sua mente?

Com certeza a resposta foi um SIM convicto, mas eu sinto dizer que neste caso você está errado, meu amigo!

Você não possui controle total da sua mente! Aceita que dói menos!

Na verdade, sua mente o domina de forma eficiente, e o mais incrível é que você nem se dá conta disso.

“Não é possível vencer uma guerra sem um exército.”

De acordo com Michael Arruda, hipnoterapeuta, fundador e presidente da OMNI Brasil, nossa mente é dividida em três estágios chamados Modelo da Mente:

  • Consciente;
  • Inconsciente;
  • Subconsciente

Dentro de cada estágio, são considerados alguns pontos específicos de pensamento, imaginação e até mesmo funcionamento básico do nosso corpo.

Nosso subconsciente é o responsável por 95% de tudo o que nós somos. Nele estão guardados os nossos sentimentos, responsáveis por nossas ações e decisões.

Quando você tem controle total do seu subconsciente, é possível ensiná-lo a fazer praticamente tudo.

Sim, eu estou falando de tudo mesmo!

De manter-se acordado em um dia de muito cansaço até auxiliar o seu corpo a se recuperar de uma doença, a sua mente subconsciente pode auxiliar você em cada detalhe relacionado à sua vida.

Quer saber como?

A hipnose para ataques de pânico

Se você sofre com esse trauma, dá para imaginar que esteja desesperado atrás de uma solução que o ajude a se livrar desse problema na sua vida.

A psicoterapia é uma excelente forma de tratamento, mas quando você passa a utilizar a hipnoterapia para síndrome do pânico, os resultados aparecem muito mais rápido.

Lembra quando disse que o seu subconsciente tem o poder? Eu estava dizendo a verdade.

Na hipnoterapia, seu subconsciente é treinado para entender quais as emoções por trás desse trauma. Com elas identificadas fica mais fácil ajudar no tratamento diário do trauma.

Um hipnoterapeuta OMNI Brasil saberá como lidar com essa situação de forma eficiente e com todos os cuidados possíveis. Em conjunto com seus médicos, será possível regredir a incidência de crises e até mesmo acabar com eles (dependendo do caso).

Seja um hipnoterapeuta OMNI Brasil e seja mais um transformador de vidas!

2
0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×