0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Além do interesse por diversos assuntos relacionados nessa área, muitas pessoas também têm curiosidade em saber o que de fato acontece dentro de uma sessão de hipnose clínica. Mas nem todas as pessoas conhecem o passo a passo, por isso euzinha de melo estou aqui para te ajudar! 

Afinal, já está mais do que claro que a hipnose é uma técnica extremamente eficaz no tratamento de inúmeros problemas de origem emocional. E é exatamente por esse motivo que cada vez mais pessoas estão buscando por terapias desse tipo.

Então aqui nesse artigo você entenderá de forma resumida todas as etapas desse processo, desde a entrada no consultório até a finalização do atendimento. Dessa forma, você poderá tirar suas próprias conclusões.

Prefere vídeo? Então aperta o play do vídeo a seguir, que vai te explicar como funciona uma sessão de hipnose:

Eu separei uma lista com os pontos principais:

  1. Entrevista (anamnese)
  2. Pré-talk (conversa prévia)
  3. Indução (sessão de hipnose)
  4. Terapia
  5. Sugestões extras
  6. Emersão

Vamos começar!

1º – Entrevista (Anamnese)

Antes de iniciar o processo terapêutico, é necessário que o Hipnoterapeuta realize um tipo de entrevista com cliente para saber mais sobre o seu caso. Essa entrevista também é conhecida pelo nome de Anamnese.

Ou seja, na Anamnese o Hipnoterapeuta faz algumas perguntas cruciais com o objetivo de compreender melhor a complexidade do problema e suas possíveis causas.

Dessa forma, ele consegue coletar todas as informações necessárias para fazer um atendimento único e exclusivo, sempre respeitando a individualidade e percepções de cada cliente.

OBS: Essa fase é muito importante para o sucesso da terapia e por conta disso é extremamente vital que o cliente responda com total sinceridade. Além de conhecer o seu cliente, isso ajudará na escolha das melhores técnicas e processos para resolver o seu problema da melhor maneira.

Após essa rápida entrevista, passamos para a próxima etapa.

 


2º – Pré-talk (conversa prévia)

Aqui, o Hipnoterapeuta explica TUDO sobre a hipnose. Desde o que ela É até o que ela NÃO É.

Ele vai contar por que a hipnose é algo natural, que ela acontece todos os dias com você. Que você não vai dormir, pelo contrário, estará ainda mais alerta e consciente. E principalmente, explicará o que VOCÊ precisa fazer, para se colocar em hipnose. Ele apenas o guiará. Se tiver qualquer dúvida, esse é o momento que você pode perguntar tudo o que sempre quis saber.

Essa também é a hora em que serão esclarecidas todos as dúvidas do cliente, inclusive os mitos e verdades, como por exemplo:

– “Posso ficar preso na hipnose?”

– “Vou fazer ou falar algo que não quero?”

– “Durante a hipnose eu vou dormir?”

– “Isso tem algo a ver com religião ou espiritualidade?”

Para te deixar mais calmo, já podemos adiantar que a resposta para todas essas perguntas é NÃO. Porém, é papel do Hipnoterapeuta se aprofundar nessas explicações.

Esse bate-papo tem como objetivo deixar claro tudo o que vai acontecer durante a sessão de hipnose e ainda explicar as atitudes mentais que o cliente precisa ter para fazer auto-hipnose.

Ao final dessa conversa, o cliente deve estar 100% seguro, confortável e confiante de que essa foi a decisão correta e que ele sairá da terapia completamente diferente da forma como ele entrou.

A seguir iremos iniciar a sessão de hipnose propriamente dita.

3º – Indução (sessão de hipnose)

Essa parte é onde o cliente já está devidamente acomodado em um divã e pronto para que o profissional dê início ao processo terapêutico. Para isso, utiliza-se de uma abordagem chamada “indução”, que é uma técnica para introduzir progressivamente a pessoa no estado de hipnose.

Nessa fase de indução, é feito um processo de relaxamento físico e mental a partir de comandos e sugestões que devem ser seguidos pelo cliente. À medida que o processo de indução vai se desenvolvendo, a mente subconsciente da pessoa vai ficando cada vez mais acessível e aberta para mudanças.

Essa parte da sessão de hipnose costuma levar entre 5 e 15 minutos, dependendo de cada tipo de pessoa. Essa parte é bem rápida e fácil, e na maioria das vezes já faz você começar a se sentir muito bem.

Logo nessa fase já é possível sentir uma enorme sensação de paz e tranquilidade que serão fundamentais para darmos o próximo passo.

 

4º – Terapia

Enfim chegamos no ponto onde se inicia a parte terapêutica da sessão de hipnose clínica, ou seja, a hipnoterapia.

Nessa fase, é utilizado uma metodologia de aprofundamento do estado hipnótico, para que o profissional consiga penetrar nas emoções do subconsciente, e assim possa encontrar a causa emocional que deu origem ao problema da pessoa.

Afinal, para todo o sintoma existe uma causa. E essa causa, geralmente, é uma emoção atrelada a algum evento ou experiência de alto impacto negativo e traumatizante que ficou enraizado na mente subconsciente.

Então a partir do momento que a origem do problema é encontrada, o Hipnoterapeuta começa a realizar sugestões de ressignificação desse evento e da emoção.

Em outras palavras, será iniciado um processo para o subconsciente aceite trocar as emoções negativas por emoções positivas. Para dessa forma, mudar a percepção que a pessoa tem daquele evento traumatizante e assim se livrar daquelas amarras do passado.

Esse é um momento de grande transformação na vida do cliente, pois gera uma enorme sensação de alívio e liberdade.

5º – Sugestões extras

Já que agora o subconsciente está mais aberto para aceitar uma nova programação emocional, então porque não aproveitar isso mais um pouco?!

Nesse ponto da sessão de hipnose, o profissional colocará várias outras sugestões positivas para que o cliente fique ainda mais motivado, feliz, disposto ou qualquer outro sentimento que a pessoa tenha deixado claro que gostaria de estar sentindo ao final da terapia.

Essa é uma forma de potencializar os efeitos e a experiência que a pessoa está tendo neste momento.


6º – Emersão

Chegamos na parte final da sessão de hipnose.

É nesse momento em que acontece o processo de emersão (ou de emergir) da hipnose, que nada mais é do que a hora de retirar a pessoa do estado hipnótico.

Aos poucos o cliente vai saindo daquele relaxamento físico e mental, para ir voltando ao seu “estado normal”.

Feito isso, acontece uma rápida conversa final para pontuar alguns detalhes e então a sessão está oficialmente encerrada.

Nos dias seguintes, o cliente já começará a sentir todas as mudanças que ocorreram e perceberá também a resolução dos seus conflitos emocionais internos.

É o começo de uma vida nova!

Obviamente, essa é a estrutura de uma sessão de hipnose feita por Hipnoterapeutas OMNI. Porém, essa estrutura pode se manter em outros lugares também, eo que irá diferenciar é a eficácia da técnica para resolver o problema da forma mais rápida possível. O que no fim de tudo acaba economizando tempo e evitando sofrimentos.

Deixe um comentário sobre o que você mais gostou nesse artigo e quais momentos você costuma entrar em estado de transe hipnótico no seu dia a dia.

Ah, não esquece de assinar a nossa Newsletter, viu? Por ela você vai receber conteúdos fresquinhos além de novidades exclusivas e… algumas surpresas também!

16
0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×