0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Entender se você possui pais tóxicos pode ser muito difícil, principalmente por uma insegurança que você sente em não ser um bom filho mesmo quando percebe que não está convivendo com uma família saudável.

Lidar com pessoas tóxicas já é difícil por si só. É ainda pior quando essas pessoas são seus pais. Afinal, fomos criados para acreditar que os “pais são sagrados” e que você deve amá-los acima de tudo.

Cada vez mais adultos precisam conviver com a culpa por sentirem raiva ou por não amarem seus pais, já que aprenderam que isso é um “pecado”. Além disso, muitos não percebem que estão lidando com pais tóxicos, mas carregam consigo diversos transtornos emocionais com os quais precisam lidar.

Frequentemente, os pais tóxicos se consideram melhores e mais inteligentes que seus filhos. Não se desculpam nem se responsabilizam por nada e, muitas vezes, não aceitam que seus filhos tenham mais sucesso ou sejam mais felizes que eles.

Nem todos os pais desejam o melhor para seus filhos. Esse é um assunto triste, mas que precisa ser falado, pois é mais comum do que você pode imaginar.

Mas então o que são pais tóxicos, quais são as características e, principalmente, o que você pode fazer ao descobrir que sua família não é saudável?

É isso que você vai descobrir neste artigo. Então siga lendo!

Pais tóxicos

Neste texto você vai ver:

Vamos lá?

O que são pais tóxicos?

Antes de mais nada, é importante saber que um “pai tóxico” não é um termo médico, nem possui um CID. Por isso, quando ouvir falar em pais tóxicos, estamos descrevendo pessoas que se comportam consistentemente de maneiras que causam culpa, medo ou obrigação em seus filhos.

Todos nós erramos às vezes. Não é porque seus pais erraram algumas vezes que eles são, necessariamente, tóxicos.

Dessa forma, os comportamentos de uma família tóxica não são eventos isolados, mas padrões de comportamentos que moldam negativamente a vida de seus filhos.

É importante lembrar que pais são seres humanos. E isso significa que eles cometem erros e podem acabar agindo de forma prejudicial — mesmo sem querer. A diferença é que os pais saudáveis sabem que não são perfeitos, mas querem sempre fazer o melhor.

No entanto, os pais tóxicos estão mais preocupados com suas próprias necessidades do que em entender se aquilo que estão fazendo é prejudicial ou está machucando seus filhos. Esses pais dificilmente vão se desculpar ou admitir que estão fazendo algo errado.

Assim, o abuso ou a negligência costumam ser contínuos e se repetirem.

Características de pais tóxicos

Pais tóxicos: quais são as características?

Existem diferentes tipos de pais tóxicos. Alguns são abusivos fisicamente, outros verbalmente. Há ainda outros que abusam sexualmente de seus filhos, dependentes químicos, com transtornos de personalidade, superprotetores…

Veja abaixo algumas características comuns em pais tóxicos:

Não vêem seus filhos como pessoas autônomas

Para muitos pais tóxicos, seus filhos são apenas uma extensão de si mesmos. Eles têm medo do dia em que seu filho tente ser mais autônomo e passam anos tentando impedi-lo de expressar plenamente seus pensamentos e sentimentos individuais.

Esses pais não conseguem entender que alguns comportamentos são normais para a idade de suas crianças, como excesso de raiva, mau humor e choros. Nesses momentos, os pais tóxicos só querem interromper os comportamentos indesejados, sem nenhuma compreensão ou amor.

Muitas vezes, estes pais preferem utilizar uma educação rígida, pois acreditam que ser “bons pais” significa ter filhos obedientes, que nunca fazem bagunça ou expressam suas próprias opiniões.

Julgam e criticam seus filhos constantemente

Filhos de pais tóxicos precisam conviver com a constante comparação com o “Pedrinho” ou “Mariazinha”. Ou pior! Muitos são comparados com primos ou irmãos, o que cria uma competição familiar.

Além disso, pais tóxicos têm algo positivo para falar sobre todo mundo, menos sobre seus próprios filhos. Para eles, sobram apenas julgamentos, críticas e reclamações.

Como tantos outros pais tóxicos, eles podem nem perceber o que estão fazendo. Por não se responsabilizarem por seus atos, preferem culpar outras pessoas — o que pode significar, infelizmente, seus próprios filhos.

Querem que seus filhos sigam seus passos ou vivam seus sonhos

Pais tóxicos

A grande maioria dos pais desejam dar aos seus filhos uma infância melhor do que a que tiveram. Isso não é necessariamente tóxico ou problemático.

O problema acontece quando os pais não sabem criar limites e reconhecer que seus filhos não são eles — são pessoas diferentes e autônomas, que têm seus próprios sonhos e objetivos.

Assim, esperam que seus filhos realizem aqueles sonhos que eles mesmos não conseguiram realizar. Filhos de pais tóxicos podem estudar algo que não gostam, só para fazer os pais felizes.

Para fazer isso, pais tóxicos podem cobrar essas atitudes dos filhos como forma de manipulação, já que “se sacrificaram muito” por eles. No entanto, esses pais se esquecem que seus filhos nunca pediram para nascer e não têm a obrigação de realizar sonhos que não sejam seus.

Não aceitam a felicidade de seus filhos

Embora os pais saudáveis queiram o que é melhor para seus filhos, pais tóxicos não conseguem ficar felizes quando seus filhos estão felizes. Isso pode acontecer por ciúmes ou ressentimento.

Às vezes esses sentimentos podem levar à culpa e à sabotagem.  Alguns pais podem ser cruéis ou fazer comentários que destroem a autoestima da criança.

Fazem chantagens emocionais

Pais tóxicos fazem chantagem emocional

Algumas pessoas gostam de brincar que seus pais sempre conseguem o que querem. Mas este não é um comportamento saudável. Afinal, você tem todo o direito de dizer “não”, especialmente se for para cuidar da sua própria saúde mental.

Muitos pais tóxicos fazem chantagens emocionais para conseguir o que desejam. Às vezes essa manipulação é sutil, difícil de ser percebida. Em outras, é extremamente óbvia.

Isso tudo fica pior quando você não quer decepcionar seus pais e acaba deixando de lado seus próprios desejos por eles.

Em um relacionamento saudável entre pais e filhos, ambas as partes podem expressar mágoa, frustração e desapontamento sem fazer exigências ou insistir que a outra pessoa ignore seus próprios desejos e necessidades apenas para deixar uma das partes feliz.

Não assumem responsabilidades e não pedem desculpas

Alguns pais têm uma compreensão errônea sobre a paternidade, acreditando que estão em um patamar em que sempre estão certos. Dessa forma, não pedem desculpas aos filhos pelos seus erros.

Ironicamente, quando as coisas dão errado, esses pais são os primeiros a culpar outras pessoas, incluindo os filhos.

O pior é que os pais tóxicos “não têm ideia” do porquê seus filhos não falam com eles quando crescem e saem de casa. Podem até mesmo suspeitar que eles estejam sob influência de alguém, já que não acreditam que fizeram qualquer coisa errada.

Que efeitos negativos os pais tóxicos têm em seus filhos?

Pais tóxicos

A família — seja ela saudável ou tóxica — tem um impacto significativo sobre o desenvolvimento das pessoas, como a percepção, a confiança nos outros e a visão geral do mundo. A família é, basicamente, a base pela qual você interage com as pessoas, lugares e coisas ao seu redor.

Dessa forma, filhos de pais tóxicos aprendem que essas são as formas de viver suas vidas e, muitas vezes, fazem as mesmas coisas com seus próprios filhos. Afinal, é difícil quebrar o ciclo quando os modelos dentro de casa não são saudáveis.

Muitos adultos que foram maltratados ou negligenciados quando crianças crescem com transtornos como ansiedade e depressão, síndrome do impostor e se envolvem em diversos tipos de relacionamentos tóxicos, sejam românticos, de trabalho ou amizade.

A boa notícia é que todos esses comportamentos aprendidos também podem ser desaprendidos e modificados. Esta não é uma tarefa fácil, mas vale a pena!

Afinal, tudo aquilo que foi “instalado” no seu subconsciente pode ser ressignificado através da hipnoterapia!

Meus pais são tóxicos! E agora?

Em primeiro lugar, parabéns por reconhecer esse fato. Eu imagino o quanto deve ser difícil chegar a essa conclusão. Então, antes de mais nada, lembre-se de que não é sua culpa. Você não é uma pessoa ruim!

Nem sempre os pais tóxicos são pessoas ruins, também. Muitas vezes, são pessoas que estão reproduzindo os comportamentos que eles mesmos conviveram em suas infâncias.

Para superar um relacionamento tóxico com a própria família, imponha seus limites e faça o melhor que puder, com o que tiver. O importante é cuidar da sua própria saúde emocional!

Uma ótima maneira de fazer isso é através da hipnoterapia. Isso porque ela trabalha diretamente na raiz do problema e ressignifica essas situações encontradas.

A hipnoterapia é um método muito eficaz e rápido que pode garantir um tratamento mais veloz dos sintomas desenvolvidos por causa de uma relação familiar tóxica!

Este é o poder da hipnose!

Participe do Experiência OMNI

Experiência OMNI

Se você descobriu que possui pais tóxicos e está preocupado com suas relações familiares, eu tenho uma ótima notícia para você!

A maior imersão em hipnoterapia do mundo está para começar! E você ainda tem tempo de participar!

No Experiência OMNI você vai mudar os pensamentos que travam a sua vida, vai descobrir como mudar todos os hábitos que te colocam para trás e curar transtornos que nunca conseguiu antes.

Serão dois dias de alto impacto e imersão total, para reprogramar a sua mente e eliminar de vez as crenças limitantes do seu subconsciente.

Vamos juntos?

Clique aqui e faça sua inscrição para o Experiência OMNI!

2
0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×