0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

É extremamente frustrante ter uma dificuldade de aprendizado. Isso nos limita em diversas coisas que queremos fazer e é, muitas vezes, vergonhoso. Contudo, se isso acontece com adultos, que possuem mais compreensão de suas dificuldades, imagine como ficam as crianças?

Além disso, os erros cometidos devido à dificuldade de aprendizado atraem atenção, fazendo com que adultos e crianças se sintam observados e incompreendidos. Afinal, só quem passa por essas dificuldades entende o peso que elas trazem para a vida.

Desse modo, é importante lembrar que a aprendizagem envolve muitas variáveis como questões biológicas, cognitivas, sociais, entre outras. Muitas crianças precisam apenas encontrar a metodologia de aprendizado que encaixa em seu perfil. Outras — e nisso somos especialistas! — precisam apenas de um tratamento simples e extremamente eficiente, como a hipnoterapia.

Além disso, é importante entender que todo mundo tem alguma dificuldade de vez em quando. Identificar as diferenças entre uma dificuldade momentânea e uma dificuldade de aprendizado que se repete e atinge diferentes áreas da vida é fundamental.

Enfim, quer saber quais são essas diferenças e como você pode ajudar seu filho a tratar sua dificuldade de aprendizado? Então continue lendo o texto!

Neste texto você vai ver:

 

O que é dificuldade de aprendizado? 

Uma dificuldade de aprendizado acontece quando uma criança ou adulto apresenta qualquer problema no processo de aprendizagem. Portanto, isso significa dificuldades ligadas a capacidade de fazer cálculos, interpretar textos, escrever, ler, se expressar bem, entre diversas outras. 

Quando uma criança ou adulto apresenta algum déficit nesse processo, toda a aprendizagem se torna sofrido. As crianças com alguma dificuldade de aprendizado costumam repudiar o momento de aprender. Assim, muitas evitam a escola, desgostam de professores e podem até desenvolver fobias sociais ou outros distúrbios de comportamento. 

Dessa forma, os pais ou responsáveis precisam estar de olho nos sinais que a criança pode apresentar e buscar a ajuda adequada. O ideal é consultar um psicopedagogo ou médico psicólogo com foco em crianças para buscar um diagnóstico.

Quanto antes o diagnóstico for feito, mais rapidamente a criança poderá receber um tratamento adequado e viver sua vida sem as dificuldades que a atrapalham. 

Antes de mais nada, você sabe quais são os principais distúrbios de aprendizagem e quais são os sinais que você deve ficar de olho?

Quais são os principais distúrbios de aprendizagem? 

Embora algumas pessoas possam ter uma dificuldade de aprendizado sem que isso se caracterize como um distúrbio, alguns sinais podem identificar algo mais profundo. 

Assim, éimportante identificar se a criança não está com algum problema na família ou de relacionamento com os demais colegas. Afinal, essas situações também podem categorizar em certas dificuldades para aprender.

Para diferenciar, a psicóloga Thalita Martins diz que o transtorno de aprendizagem é um aspecto biológico do neurodesenvolvimento, ou seja, é da natureza da pessoa. 

Isso significa que, mesmo se o professor mudar sua abordagem educacional, a criança continuará apresentando os mesmos sintomas, já que é da sua natureza. Portanto, cada etapa escolar determina uma capacidade cognitiva esperada para uma criança. Se ela não corresponder a esse padrão, mesmo com auxílio de professores e pais, é possível que tenha algum distúrbio ou transtorno de aprendizagem.

Então vamos ver quais são os principais distúrbios de aprendizagem?

Dificuldade de aprendizado

Dislexia 

A dislexia é considerada um transtorno de aprendizagem com origem neurobiológica, ou seja, está presente no sistema nervoso, o sistema do nosso corpo que processa as informações e medeia nosso comportamento. 

Em suma, as pessoas com dislexia possuem dificuldade no reconhecimento, na decodificação e na soletração das palavras. Logo, isso significa uma complicação na hora de processar os sons das palavras e associá-las às letras ou sequência de letras que representam aqueles sons.  

Crianças e adultos com dislexia podem apresentar os seguintes sintomas: 

Na leitura 

  • Dificuldade para decodificar as palavras; 
  • Problemas para reconhecer as palavras, mesmo as mais utilizadas; 
  • Leitura em voz alta mais lenta e com erros, além de pouca fluência, com ritmos e entonação diferentes do esperado para a idade escolar; 
  • Compreensão dos textos prejudicada; 
  • Vocabulário reduzido. 

Na linguagem oral 

  • Desenvolvimento da fala com atraso; 
  • Dificuldade para formar palavras corretamente, troca de ordem dos sons e confusão entre palavras com som parecido; 
  • Erros de pronúncia; 
  • Dificuldade para nomear letras, números e cores; 
  • Dificuldade para criar rimas; 
  • Problemas para se expressar claramente. 

Na escrita 

  • Erros de soletração e ortografia, mesmo nas palavras mais utilizadas; 
  • Omissões, substituições ou inversões de letras; 
  • Dificuldade para escrever textos, fazendo isso mais lentamente do que o esperado para a idade. 

Quer saber mais sobre o que é a dislexia e como ela interfere na vida de crianças e adultos? Então assista esse vídeo do TED-Ed por Kelli Sandman-Hurley, cofundadora do Dyslexia Training Institute: 

Disgrafia 

A disgrafia é um transtorno de aprendizagem que dificulta a escrita. É um distúrbio neurológico que afeta crianças e adultos. Assim sendo, a principal característica da disgrafia é a caligrafia ilegível, ou seja, aquela letra que torna quase impossível ler o que foi escrito. 

Além disso, muitos alunos demoram mais tempo para finalizar tarefas escolares e precisam fazer um esforço além do comum para escrever bem. A disgrafia pode aparecer como uma dificuldade com a ortografia, caligrafia ou em colocar os pensamentos em palavras. 

Dessa forma, os sintomas mais comuns de disgrafia são: 

  • Uso incorreto de letras maiúsculas; 
  • Espaçamento inadequado de letras; 
  • Dificuldade em copiar palavras; 
  • Escrita mais lenta que o normal; 
  • Aperto firme na caneta ou lápis; 
  • Fala em voz alta das palavras enquanto escreve; 
  • Omissão de palavras ou letras. 

Discalculia 

A discalculia é um transtorno de aprendizagem que geralmente se manifesta em crianças em idade escolar. Assim, esse distúrbio se caracteriza pela dificuldade de aprendizado de números.  

School Struggling GIF - Find & Share on GIPHY

Primeiramente foi o investigador checoslovaco Ladislav Kosc que a identificou em 1974. De acordo com ele, a discalculia pode ser descrita em seis tipos: 

Verbal: dificuldade para nomear e compreender os conceitos matemáticos apresentados verbalmente. Ou seja, a criança com esse tipo de discalculia consegue ler ou escrever os números, mas tem dificuldade em reconhecê-los verbalmente. 

Léxica: problemas na leitura, escrita e entendimento de símbolos e números, além de expressões e equações matemáticas. 

Practognóstica: dificuldade em traduzir um conceito matemático abstrato a uma situação real. Ou seja, a criança é capaz de entender conceitos matemáticos, mas podem ter dificuldade para ouvir, comparar e manipular equações. 

Gráfica: dificuldade em escrever símbolos matemáticos, podendo entender os conceitos, mas com problemas para ler, escrever ou usar os símbolos corretos. 

Ideognóstica: dificuldade para realizar operações mentais sem usar um papel ou calculadora para solucionar os problemas matemáticos.  

Operacional: é a dificuldade em completar operações matemáticas de forma escrita ou verbal. 

Crianças e adultos com discalculia podem apresentar dificuldades para, dependendo do tipo:  

  • Aprender a contar; 
  • Relacionar símbolos matemáticos aos seus sons; 
  • Desenvolver um raciocínio lógico; 
  • Entender medidas; 
  • Compreender tabelas; 
  • Memorizar sequências, fórmulas e passos para realizar uma operação matemática; 
  • Reconhecer padrões; 
  • Diferenciar símbolos matemáticos (mais e menos, igual e diferente, maior e menor, vezes e divisão, entre outros). 

Disortografia 

Essa dificuldade de aprendizado costuma ser confundida com a dislexia. Contudo, é um transtorno bem específico em que a criança ou adulto apresenta dificuldade na ortografia da escrita. 

Portanto, uma pessoa com disortografia pode cometer diversos erros de ortografia, incluindo inversões, omissões, alterações das palavras e desordem na estrutura das frases. 

Assim, os sintomas podem incluir:  

  • Dificuldade em organizar palavras; 
  • Adicionar letras ou sílabas a mais; 
  • Substituição de letras com semelhança de som; 
  • Inversão ou omissão de sílabas ou letras; 
  • Regras gramaticais aplicadas de forma errada. 

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) 

TDAH é um transtorno neurobiológico em que a pessoa apresenta sintomas como baixa concentração, agitação e impulsividade. Essa dificuldade de aprendizado aparece na infância e, muitas vezes, continua em toda a vida adulta.

Dificuldade de aprendizado 

No entanto, é importante notar que nem todas as pessoas com TDAH apresentam a desatenção e a hiperatividade, podendo apresentar sintomas de um, outro ou ambos. 

Por fim, os principais sintomas de TDAH são: 

Desatenção  

  • Dificuldade para prestar atenção em diversas atividades; 
  • Parecer não escutar quando alguém fala consigo — o famoso estar “no mundo da lua”; 
  • Não seguir instruções em tarefas escolares, domésticas ou profissionais; 
  • Evitar tarefas que exigem muito esforço mental; 
  • Esquecimentos frequentes.

Hiperatividade 

  • Agitar as mãos, pés ou não conseguir ficar quieto; 
  • Se levantar da cadeira em situações onde deveria permanecer sentado;
  • Dificuldade em brincar ou participar de atividades silenciosas; 
  • Falar muito ou de forma exagerada; 
  • Responder antes de as perguntas estarem concluídas; 
  • Dificuldade para esperar; 
  • Interromper ou se “meter onde não é chamado”. 

 

Até que ponto a dificuldade de aprendizado é normal?

De forma geral, os pais ou responsáveis precisam analisar a idade da criança antes de definir se ela tem algum distúrbio de aprendizagem. Afinal, de nada adianta exigir que uma criança saiba escrever aos dois anos, não é mesmo? 

Outro ponto importante capaz de definir se a dificuldade de aprendizado da criança é normal é mudando a abordagem. Assim, algumas pessoas possuem mais facilidade quando aprendem falando, escrevendo, ouvindo, desenhando, brincando, etc.  

Por fim, uma mudança na forma de ensinar pode revelar que a criança não tem uma dificuldade de aprendizado. Ela apenas aprende de um jeito diferente! 

Como ajudar com as dificuldades no aprendizado? 

Dificuldade de aprendizado: como ajudar?

O psicopedagogo é um profissional que pode auxiliar as crianças em seus processos de aprendizado. Entretanto, os pais podem ajudar os filhos com algumas atividades ou terapias. 

Por exemplo, vocês podem assistir filmes ou desenhos educativos, uma dramatização ou um jogo novo, utilizar materiais escolares mais acessíveis (com fontes maiores, utilizando ilustrações para exemplificar o conteúdo), entre outras atividades. 

Além disso, a técnica de hipnose é um dos tratamentos mais rápidos e eficientes para contornar a dificuldade de aprendizado de crianças e adultos. 

Como a hipnose pode ajudar com a dificuldade de aprendizado? 

A hipnose pode auxiliar a criança ou adulto com dificuldade de aprendizado a lidar com os efeitos causados por seus distúrbios. Além disso, muitas pessoas têm dificuldades para aprender por conta de questões psicológicas. Nesses casos, a hipnoterapia é extremamente efetiva. 

Com técnicas simples, a hipnoterapia ajuda a controlar a ansiedade, medos, fobias e inseguranças que muitas vezes atrapalham no aprendizado. Muitas pessoas, ao descobrirem o poder que tem a auto-hipnose, a utilizam para seus estudos, avaliações e vestibulares. 

Então é possível utilizar a hipnoterapia para ajudar pessoas a aprenderem melhor? É sim!  

Além disso, você pode aprender esta e muito mais técnicas incríveis de hipnoterapia na formação OMNI! Quer se tornar um hipnoterapeuta e ajudar crianças e adultos a contornarem suas dificuldades de aprendizado e conquistarem seus sonhos? 

Então fale com um consultor OMNI e dê o primeiro passo para um futuro de muitas realizações. É só clicar aqui! 

0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×