0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Saber como identificar e gerenciar as próprias emoções e ter autocontrole frente a situações desafiadoras é extremamente importante para qualquer profissional. Para os hipnoterapeutas então, essas competências socioemocionais são fundamentais!

Embora competências técnicas sejam importantes, especialmente em casos de profissões que demandam muita habilidade, como médicos cirurgiões, por exemplo, as competências socioemocionais podem determinar o futuro de qualquer pessoa.

Isso porque, sendo um hipnoterapeuta, você irá conviver com diferentes tipos de pessoas, ouvir diferentes histórias e precisará ter a desenvoltura e o acolhimento para ajudar esses pacientes.

Mesmo que você não seja — ou não queira ser — um hipnoterapeuta, tenho certeza que as competências socioemocionais vão ajudar você em qualquer profissão!

Neste artigo você vai saber o que são competências socioemocionais, sua importância e quais são as mais importantes para um hipnoterapeuta.

Clique para ir direto:

O que são competências socioemocionais?

O que são competências socioemocionais?

As competências socioemocionais significam ter a capacidade de lidar com suas próprias emoções em um momento difícil, sem sucumbir ou extravasar as emoções de uma maneira violenta ou exagerada.

Além disso, elas também significam a capacidade de lidar e entender as emoções das pessoas ao nosso redor. Ter competências socioemocionais significa se relacionar com as dores e alegrias, ter empatia e cuidado com os outros. É uma forma de ser um ótimo hipnoterapeuta!

Engana-se quem acha que não é possível aprender essas competências, ou que “está muito velho” para colocá-las em prática. Como qualquer outra coisa, as competências socioemocionais podem ser aprendidas, desenvolvidas, aprimoradas e ensinadas!

Quem determinou as competências socioemocionais?

Afinal, quem foi que determinou o que são e quais são essas competências socioemocionais?

Aprovada no final de 2017 e implantada em 2019, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento criado para tornar a educação básica brasileira mais igualitária. Elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), o documento preza pela melhora da grade curricular e pelo desenvolvimento de habilidades socioemocionais.

Foi a partir da BNCC que diversos profissionais começaram a olhar para essas competências e perceber o quanto elas são importantes também fora da escola.

Afinal, todo profissional precisa saber lidar com situações difíceis e ter a empatia para entender quando um colega está precisando de ajuda.

Vamos ver quais são as principais competências socioemocionais para um hipnoterapeuta?

8 principais competências socioemocionais para ser um hipnoterapeuta

Agora que você já sabe o que são as competências socioemocionais, deve estar se perguntando quais são elas, certo?

Muitos recrutadores e profissionais de RH entendem que os candidatos são contratados graças às suas habilidades técnicas. No entanto, a permanência do profissional na organização depende de suas habilidades emocionais.

Da mesma forma, um hipnoterapeuta que deseja ter sucesso em sua carreira e transformar verdadeiramente a vida de seus pacientes, precisa desenvolver algumas competências socioemocionais.

Veja abaixo as principais competências para um hipnoterapeuta:

1. Empatia

Empatia: competências socioemocionais

Em primeiro lugar, a empatia é uma das principais competências socioemocionais que um hipnoterapeuta precisa desenvolver. Isso porque você estará em contato direto com pessoas. Muitas delas, inclusive, muito machucadas e precisando de ajuda.

Dessa forma, tratá-las com respeito e empatia é fundamental!

Para fazer isso, se coloque no lugar das pessoas e se pergunte sempre: “Se eu estivesse no lugar delas, o que eu gostaria que falassem ou fizessem para mim?”

2. Paciência

A paciência é mais uma das competências emocionais mais importantes para um hipnoterapeuta. Isso porque os pacientes são diferentes e nem todos vão agir da mesma forma.

Certas pessoas aceitam mais facilmente as sugestões que o hipnoterapeuta faz. Já outras, por medo, insegurança ou desconfiança, requerem mais tempo para se sentirem seguras e abertas para a hipnose.

Por isso, a paciência é fundamental. Converse com o paciente e explique como a hipnoterapia é segura, tire todas as suas dúvidas e tente deixá-lo o mais tranquilo possível.

3. Resiliência

Ser uma pessoa resiliente quer dizer que você consegue “voltar ao estado normal”. Na psicologia, a resiliência significa a resistência às adversidades, ou seja, conseguir voltar ao seu estado habitual de saúde física ou mental após passar por uma experiência difícil.

Nem sempre a vida de um hipnoterapeuta será fácil. Muitas vezes você terá que lidar com adversidades, seja em um atendimento, na organização do seu dia a dia ou até mesmo nas suas relações pessoais. Afinal, nem tudo é trabalho, não é mesmo?

No entanto, mesmo nessas situações desafiadoras, é importante ter resiliência para não se deixar abater e continuar ajudando e transformando a vida das pessoas! Por isso a resiliência é uma das competências socioemocionais mais importantes para um hipnoterapeuta.

4. Mentalidade de crescimento

Crescimento

Quem deseja alcançar ainda mais pessoas e ajudá-las deve possuir uma mentalidade de crescimento.

Esse termo foi utilizado por Carol Dweck, autora do livro “Mindset: A nova psicologia do sucesso”. Segundo ela, as pessoas possuem dois tipos de mentalidade: a de crescimento e a fixa.

Enquanto as pessoas com mentalidade fixa são mais propensas a desistir facilmente, as de mentalidade de crescimento persistem mesmo quando o trabalho é difícil, sendo muito perseverantes.

Assim, essa competência socioemocional trabalha bem com a resiliência e um hipnoterapeuta que desenvolveu às duas estará com certeza muito à frente de seus concorrentes.

5. Ética

A hipnose clínica é uma ferramenta muito poderosa, capaz de transformar muitas vidas. No entanto, é fundamental que o hipnoterapeuta tenha muita responsabilidade para com seus pacientes.

Para isso, é importante trabalhar sempre com ética, mantendo uma conduta respeitosa e responsável com o cliente.

Entre outras, as regras de ética da hipnoterapia são:

  • Direito ao sigilo: mantenha o sigilo absoluto sobre os tratamentos ministrados a seus clientes, a não ser em situações judiciais ou ao suspeitar de abuso, negligência ou violência;
  • Técnicas não arriscadas: somente utilize técnicas hipnoterapêuticas que não coloquem em risco a integridade física, emocional ou mental de seus pacientes;
  • Entenda suas limitações: tenha consciência de suas limitações como hipnoterapeuta e encaminhe o paciente para outros profissionais mais bem preparados, caso seja necessário;
  • Peça autorização para menores: obtenha permissão por escrito dos pais ou responsáveis legais do cliente para atender menores e/ou incapazes.

6. Colaboração

Colaboração: competências socioemocionais

Ninguém é uma ilha! Todo mundo pode crescer, aprender e compartilhar informações preciosas com outras pessoas e profissionais. Dessa forma, a colaboração é uma competência socioemocional importante para um hipnoterapeuta.

Todos os hipnoterapeutas formados pela OMNI ganham acesso a um grupo exclusivo. Lá, qualquer dúvida pode ser tirada com outros hipnoterapeutas, além da possibilidade de compartilhar experiências e nunca parar de aprender.

Assim, a OMNI entrega a você um grande diferencial que você não encontra na concorrência. É a oportunidade perfeita para colocar a colaboração em prática!

7. Comunicação

Um paciente revelou a você algo muito delicado e importante. E agora? O que você fala?

A comunicação é uma das competências socioemocionais mais importantes para um hipnoterapeuta!

Afinal, saber se comunicar bem não é útil apenas no seu trabalho como hipnoterapeuta, mas também para divulgar esse trabalho! Seja nas redes sociais ou no famoso “boca a boca”, a comunicação faz com que mais pessoas saibam que você existe.

Isso garante que você consiga transformar ainda mais vidas através da hipnoterapia.

8. Autoconhecimento

O autoconhecimento é uma ferramenta poderosíssima para quebrar maus hábitos, alcançar objetivos e mudar a própria vida. Por isso, é a nossa última e uma das mais importantes competências socioemocionais!

Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para entender, conhecer e compreender as outras pessoas. Além disso, o autoconhecimento garante diversos benefícios:

  • Compreender melhor os seus sentimentos;
  • Desenvolver a aceitação;
  • Valorizar suas habilidades e competências;
  • Aprender a impor seus limites;
  • Aumentar a autoconfiança;
  • Ajuda a tomar melhores decisões;
  • Fortalece a autoestima;
  • Saber quais são os pontos a melhorar;
  • Desenvolver o amor-próprio.

Seja um hipnoterapeuta OMNI e desenvolva suas competências socioemocionais!

Venha para a OMNI! Desenvolva suas competências socioemocionais

Se você sempre sonhou em se tornar um hipnoterapeuta, este é o seu momento!

A formação OMNI é um modelo eficiente de treinamento de hipnose, com reconhecimento mundial. Por isso, se tornar um hipnoterapeuta OMNI é uma experiência que vai transformar a sua vida!

Se tornar um hipnoterapeuta na OMNI Brasil é um investimento para a vida toda! Afinal, não é apenas mudar de profissão, mas sim transformar a própria vida e ter a chance de fazer a diferença na vida de muitas pessoas.

Através da formação, você vai conquistar o desenvolvimento profissional que sempre quis, assim como aprender a desenvolver suas competências socioemocionais. Você terá o acompanhamento de Michael Arruda, presidente e fundador da OMNI Brasil e um dos maiores nomes da hipnoterapia brasileira.

Venha mudar a sua vida com a formação OMNI em hipnoterapia e faça parte dos melhores hipnoterapeutas do país.

Clique aqui e inscreva-se na próxima turma!

0
Would love your thoughts, please comment.x
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×